Ligue-nos agora! +55 12 3624-7641

Shopping da
Cabral Livraria Universitária

Você está na Categoria: Auto-ajuda

CASAMENTO: É BOM SOMENTE PARA O HOMEM
R$28,00

O livro trata de assuntos e experiências do dia-a-dia de pessoas, em que os principais aspectos enfocados são do relacionamento homem e mulher, com a preocupação de despertar no homem o reconhecimento das maiores dificuldades na vida de uma mulher.


  • Código: 978-85-63167-17-0
  • Referência: Auto-ajuda
  • Disponibilidade: Disponível

Mais Detalhes

O excesso de testosterona no homem e o forte instinto materno da mulher, em conjunto com algumas linhas de conduta apresentadas pela sociedade, podem gerar sérios problemas no relacionamento. O livro não é recomendado para mulheres, pois se elas forem alertadas da confortável vida que elas promovem a muitos homens, a política do relacionamento homem-mulher pode mudar radicalmente. Apresenta que o ciúme é um comportamento que pode ser dominado apenas com metodologia, e que o homem deve se preocupar com a sua competente ausência, já que dependendo de seu comportamento, até morto ele poderá ser mais útil para a família. Alguns casos reais são relatados para ressaltar uma das principais afirmações do livro: Todo homem tem a seu lado uma super mulher, razão pela qual se apresenta que o casamento em geral é bom para o homem. E, que a mesma afirmação não é válida para a mulher.

Autor: Marcio Abud Marcelino
ISBN: 978-85-63167-17-0
Edição: 1º
Páginas: 80

Outras Informações

MARCIO ABUD MARCELINO / Graduado em Engenharia Elétrica pela Universidade do Vale do Paraíba (1982), mestrado e doutorado em Engenharia Eletrônica e Computação pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1989 e 1994), livre-docente em Engenharia Elétrica na Universidade Estadual Paulista (1999), onde é professor e pesquisador desde 1990. É também professor assistente doutor, em tempo parcial, na Universidade de Taubaté desde 1985, e, empresário dos ramos de revenda de combustíveis e da pecuária leiteira. É autor do polêmico livro "Brazilês: Uma proposta de Codificação para a Língua Escrita no Brasil", publicado em 2008.

Scroll to Top